Selecione o Profissional
 

Vanderlei Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo

TEMAS:


Vanderlei Luxemburgo da Silva é Técnico e Ex-Jogador de Futebol. Atualmente, comanda o Vasco da Gama. É o único, no comando técnico de um clube, que conquistou 5 vezes o Campeonato Brasileiro e 8 vezes o Campeonato Paulista. Treinou grandes equipes do futebol brasileiro e a Seleção Brasileira, além de ter uma curta passagem pelo Real Madrid. Como jogador, atuou por Flamengo, Internacional e Botafogo, onde iniciou e encerrou sua carreira de atleta.


A carreira de Luxemburgo como jogador não foi tão marcante como a de técnico. Despontou no futebol profissional como lateral-esquerdo do Flamengo em 1971 e permaneceu na equipe carioca até 1978. Neste período, teve como grande concorrente na posição o jogador Júnior, considerado um dos maiores laterais da história do Flamengo e da Seleção Brasileira. Depois de deixar a equipe rubro-negra e atuar pelo Internacional em 1978, jogou no Botafogo, até 1980, quando uma contusão no joelho o afastou dos campos.

 

O início como treinador ocorreu no Campo Grande, do RJ, em 1983. No mesmo ano, seguiu para o Rio Branco, do Espírito Santo, onde conquistou o título do Campeonato Capixaba. Depois de passagens por outros clubes brasileiros e do futebol árabe, foi no Bragantino que conseguiu seu primeiro grande feito, conquistando 2 títulos: do Campeonato Brasileiro Série B, em 1989, e do Campeonato Paulista, em 1990.

 

Sua primeira conquista em um grande clube como técnico aconteceu em 1993, quando foi campeão do Campeonato Paulista pelo Palmeiras. O título, alcançado com uma vitória por 4:0 sobre o maior rival da equipe alviverde, o Corinthians, foi um dos mais importantes da história do clube, pois interrompeu um jejum de 16 anos sem títulos. No mesmo ano, Luxemburgo levaria o Palmeiras aos títulos do Torneio Rio-SP e do Campeonato Brasileiro. Em 1994, foi bicampeão paulista e brasileiro.

 

Depois de breves passagens pelo Flamengo e pelo Paraná em 1995, retornou no mesmo ano ao Palmeiras, conquistado em 1996 mais um título do Campeonato Paulista, este marcado pela maior campanha de uma equipe no Estado na era profissional, com um ataque arrasador de mais de 100 gols marcados. Em 1997, já pelo Santos, conquistou o Torneio Rio-São Paulo.

 

No ano seguinte, foi contratado pelo Corinthians, onde obteve o título do Campeonato Brasileiro. No mesmo ano, foi convidado para ser o técnico da Seleção Brasileira, onde conquistou a Copa América de 1999.

 

Em 2001, de volta ao Corinthians, levou a equipe alvinegra a mais um título do Campeonato Paulista. Em 2002, teve uma passagem rápida e conturbada pelo Palmeiras, sendo responsabilizado por parte da torcida pela queda da equipe para a segunda divisão do futebol brasileiro, em virtude da dispensa de alguns jogadores de posições importantes logo no início do Campeonato Brasileiro, pouco antes de sua saída do clube para o Cruzeiro.

 

Em 2003, no comando da equipe mineira venceu o Campeonato Mineiro a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, de volta ao Santos, obteve mais um título de campeão do Campeonato Brasileiro. Em 2005, deixou a equipe do Santos para atuar como treinador do Real Madrid, da Espanha, com os melhores jogadores do mundo, resultando em uma malograda passagem, tendo sido demitido em dezembro de 2005. Dez dias depois, é anunciado o retorno de Luxemburgo à equipe santista, onde conquistou nos dois anos seguintes o título do Campeonato Paulista.

 

Em 2007, levou a equipe às semifinais da Copa Libertadores da América, mas foi eliminado pelo Grêmio. A falta de uma conquista de torneio internacional interclubes é justamente uma das maiores frustrações do técnico. Em 2008, voltou ao Palmeiras, onde conquistou mais um título do Campeonato Paulista. A equipe alviverde não vencia um campeonato desde 2000 e não conquistava o torneio estadual desde 1996. Em 2009, depois de ser eliminado mais uma vez da Copa Libertadores da América, desta vez nas quartas-de-final, as críticas da torcida palmeirense aumentaram em relação a Luxemburgo, que era questionado por suas interferências na equipe fora do campo, com a indicação de jogadores que não agradaram os torcedores.

 

Em junho de 2009, Vanderlei anunciou que foi demitido pelo Palmeiras. Em julho de 2009, acertou seu retorno ao Santos. Com um resultado fraco no Campeonato Brasileiro, conseguiu apenas a 12ª colocação e deixou o time em dezembro de 2009.

 

Em dezembro de 2009, Luxemburgo acertou sua ida para o Atlético Mineiro, fechando um  contrato de dois anos com o clube e rejeitando propostas do CSKA Moscou e do Internacional. No dia seguinte, foi apresentado oficialmente na sede administrativa, em entrevista coletiva. Mesmo debaixo de chuva, mais de 100 torcedores compareceram para acompanhar a apresentação do treinador. No dia 2 de maio, há 5 meses no comando da equipe, venceu o Campeonato Mineiro, em final contra o Ipatinga. No entanto, após o título estadual e a eliminação na Copa do Brasil nas quartas de final, a equipe não obteve bons resultados no Campeonato Brasileiro. Em setembro de 2010, Luxemburgo foi demitido, logo após uma derrota de 5:1 contra o Fluminense, deixando o Atlético na zona de rebaixamento para a Série B. O técnico comandou o time mineiro em 53 jogos durante toda a temporada, alcançando 22 vitórias, 12 empates e 19 derrotas.

 

Em outubro de 2010, Luxemburgo aceitou a proposta do Flamengo para assumir o comando técnico, fechando um contrato de 2 anos com o clube da Gávea. Esteve invicto no comando do Flamengo em 26 jogos, superando a marca do memorável técnico rubro-negro Carlinhos, de 20 jogos. Em maio de 2011, Luxemburgo conquistou a Taça Rio e o Campeonato Carioca.

 

Em maio de 2017, acertou com o Sport e conquistou o Campeonato Pernambucano de 2017. Na sua estreia, empatou em 1:1 contra o Botafogo na Ilha do Retiro. Depois, no Brasileirão, conseguiu levar a equipe ao 6º lugar e, logo após, o 5° lugar. Após o time oscilar por algumas rodadas e cair para a 11ª posição, foi duramente criticado por sofrer uma goleada de 5:0 contra o Grêmio, em Porto Alegre. Foi demitido do clube em outubro de 2017, após derrota por 2:0 para o Junior Barranquilla da Colômbia, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

 

Em maio de 2019, assinou com o Vasco da Gama para comandar o time até o final do ano.

 

Treinou grandes equipes do futebol brasileiro, como Santos, Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro e Atlético Mineiro, além de ter treinado a Seleção Brasileira e o Real Madrid, da Espanha.

 

Títulos

 

Rio Branco

Campeonato Capixaba: 1983


Bragantino

Campeonato Brasileiro Série B: 1989

Campeonato Paulista: 1990


Flamengo

Taça Cidade do RJ: 1991

Taça Estado do RJ: 1991

Taça Guanabara: 1995 e 2011

Taça Rio: 2011

Campeonato Carioca: 2011

Torneio Super Series: 2015
Torneio Super Clássicos: 2015


Palmeiras

Torneio Rio-São Paulo: 1993

Campeonato Paulista: 1993, 1994, 1996 e 2008

Campeonato Brasileiro: 1993 e 1994

Copa Euro-América: 1996


Santos

Torneio Rio-São Paulo: 1997

Campeonato Brasileiro: 2004

Campeonato Paulista: 2006 e 2007


Corinthians

Campeonato Brasileiro: 1998

Campeonato Paulista: 2001


Seleção Brasileira

Copa América: 1999

Torneio Pré-Olímpico: 2000


Cruzeiro

Campeonato Mineiro: 2003

Copa do Brasil: 2003

Campeonato Brasileiro: 2003


Atlético Mineiro

Campeonato Mineiro: 2010

 

08/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras