Selecione o Profissional
 

Luiz Felipe Scolari

Luiz Felipe Scolari

TEMAS:


Luiz Felipe Scolari, conhecido como Felipão, é Treinador e Ex-Jogador de Futebol. Atualmente, comanda o Palmeiras.

 

Iniciou no futebol profissional aos 19 anos, como zagueiro do Aymoré, de São Leopoldo/RS. Demonstrando uma liderança nata, logo assumiu como capitão da equipe. Em 1973, foi para o Caxias, onde jogou por 6 anos. Luiz Felipe é o recordista de jogos do clube.

 

Neste período, fez faculdade de Educação Física em Porto Alegre, com especialização em futebol e vôlei. Depois de jogar no Novo Hamburgo e Juventude, encerrou a carreira aos 32 anos no CSA de Maceió. Mesmo clube onde iniciou a carreira de técnico de futebol.


Depois, assumiu o sub20 do Juventude. Numa excursão para a Coréia e Oriente Médio, o técnico Daltro Menezes não pôde viajar, por problemas de saúde. Luiz Felipe o substituiu e comandou a equipe. Foram 7 vitórias em 7 jogos.  No retorno ao Brasil, indicado pelo Flávio Murtosa, preparador físico do Brasil de Pelotas, Luiz Felipe assumiu o time no Campeonato Gaucho de 1983. Logo na primeira competição levou o Brasil a final. Como havia deixado boa impressão na Arábia Saudita, os dirigentes do Al Shabab de Riyad, o contrataram. Logo na primeira temporada foi vice-campeão. Retornou ao Brasil após 3 anos e retornou ao Juventude. Durante o Campeonato Gaucho de 1987, foi convidado e assumiu o Grêmio.  Assim conquistou seu primeiro título.

 

Na década de 1990 começaram as conquistas do técnico Scolari. No Kuwait em 1990, venceu a Copa do País pelo Al Qadsia, e a Copa do Golfo pela seleção do país. No Brasil, foi campeão 3 vezes da Copa do Brasil e 2 vezes da Libertadores. O trabalho a longo prazo começou a caracterizar sua carreira. Foram 3 anos e meio no Grêmio e 6 títulos. No Palmeiras, 3 anos de trabalho e 4 títulos. Disputou 5 Libertadores, e chegou a 3 finais e 1 semifinal. Foi eleito por 200 jornalistas sulamericanos numa pesquisa do jornal El País, do Uruguai, como melhor técnico sul-americano em 1999. Assumiu em junho de 2001 a Seleção Brasileira. Conquistou a Copa do Mundo de 2002 com 100% de aproveitamento. Foi o 16º título conquistado em 26 finais disputadas.

 

Em janeiro de 2003, assumiu a Seleção Portuguesa. Depois de 1 ano e meio de preparação, levou Portugal à final inédita da Eurocopa, onde conquistou o vice campeonato. Nas eliminatórias europeias para a Copa da Alemanha, conseguiu a classificação antecipada e invicto. Na Copa do Mundo, levou Portugal entre os 4 melhores. Renovado o contrato até o Euro 2008 na Áustria-Suiça, classificou Portugal até as quartas de final. Em julho, Scolari voltou a trabalhar em clube. Contratado pelo FC Chelsea, ficou 7 meses. Em julho de 2009, convidado pelo Bunyodkor do Uzbequistão, aceitou desenvolver o projeto e assinou por 18 meses. Conquistou o título da Liga Uzbeque invicto. Foram 27 vitórias e 3 empates em 30 rodadas. Em 2010, retornou ao futebol brasileiro assumindo novamente o Palmeiras.


No segundo ano de trabalho, conquistou sua 4ª Copa do Brasil, colocando o Palmeiras na Copa Libertadores. Assumiu a seleção brasileira em novembro de 2012 para comandar na Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014. 

 

Em julho de 2018, acertou seu retorno ao Palmeiras pela terceira vez. Em novembro, sagrou-se campeão brasileiro ao vencer o Vasco da Gama, após conseguir uma campanha invicta por 23 rodadas desde sua chegada ao clube e o melhor turno da história dos pontos corridos. Felipão se tornou o treinador mais velho a conquistar um Brasileirão e aumentou sua vantagem como o técnico brasileiro mais vencedor da história, com 27 títulos.

 

Em março de 2019, em uma partida contra o Melgar, do Peru, Scolari se tornou o treinador brasileiro com mais jogos pela Copa Libertadores.

 

Felipão é um vencedor. Sua carreira profissional recheada de títulos comprova isso. Conheça a história da determinação, perseverança e superação do técnico e sua trajetória de vitórias e conquistas.


Temas das Palestras

 
* Atos que geram fatos;

* A importância de ter o objetivo definido e claro para o grupo;

* A importância de definir a responsabilidade de cada um no grupo;

* A importância da disciplina, dedicação, lealdade e responsabilidade;

* A importância de se conhecer o potencial de cada um no grupo;

* A importância de ter prazer no que está fazendo;

* Como lidar com conflitos, estrelismos, pressões, e diferenças individuais nas equipes;

* Como formar um grupo de trabalho;

* Como evitar que as individualidades e vaidades prejudiquem o grupo;

* Como manter o grupo motivado;

* Como recuperar a motivação após um fracasso;

* Como cobrar e valorizar o grupo;

* Existe um estilo ideal de liderança? Ou depende da maturidade e dos objetivos?;

* Um líder pode fazer uma equipe campeã?;

* Qual o papel do líder na escolha, no treinamento, no desenvolvimento e na motivação de equipes;

* Até que ponto um líder poder virar o resultado de um jogo?

 

05/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras