"Um MIX de soluções para seu evento"     comercial@mixpalestras.com.br
contatos: (11) 3522-6622 / (11) 98079-3030 / (13) 98828-8929


Viola (futebol)



Viola (futebol)

Ex-Jogador de Futebol. Atuava como atacante. Revelado pelas categorias de base do Corinthians, é o 16° artilheiro da história do clube, com 105 gols em 283 jogos.


Vídeos



Paulo Sérgio Rosa, mais conhecido como Viola, é Técnico e Ex-Jogador de Futebol. Atuava como atacante. Revelado pelas categorias de base do Corinthians, é o 16° artilheiro da história do clube, com 105 gols em 283 jogos.

 

Em 1988, na final do Campeonato Paulista, entre Corinthians e Guarani, o então aspirante Viola precisou jogar no lugar do titular Edmar. E aos 5min do primeiro tempo da prorrogação, Viola fez o gol que deu o título ao Corinthians. Conquistou, com o time, em 1995, os títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. Disputou 143 jogos, marcou 49 gols e conquistou a torcida com o faro de artilheiro e as comemorações irreverentes.

 

A exposição internacional e a boa fase no time alvinegro paulista o levou a jogar no Valencia, da Espanha. Apesar de à época ter sido a contratação mais cara do clube (US$ 4 milhões), Viola não se adaptou à Europa. Bateu boca com o então capitão e ídolo valenciano Fernando Gómez e, por determinação do treinador Luis Aragonés, era o único atleta a não dividir quarto. Era ironicamente chamado pelos torcedores de Príncipe de Bel-Air, em referência à série The Fresh Prince of Bel-Air (Um Maluco no Pedaço, no Brasil) pois, a exemplo do protagonista da atração, um rapper interpretado por Will Smith, vivia com um walkman nos ouvidos.


Tais problemas trouxeram-no de volta ao futebol brasileiro, dessa vez ao Palmeiras. Viola disputou 66 partidas e marcou 37 gols, e em 1998 se transferiu para o Santos. Com o time de Vila Belmiro, foi artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1998 e campeão da Copa Conmebol do mesmo ano.


No segundo semestre de 1999, transferiu-se para o RJ para defender o Vasco da Gama. Marcou seu primeiro gol pelo cruzmaltino em São Januário, no jogo em que o clube venceu o Vitória/BA por 3:1, em partida do Brasileirão daquele ano. No mesmo ano, marcou um gol de bicicleta contra o Cruzeiro pela Seletiva da Libertadores.

 

Em 2008, jogando pelo Duque de Caxias, Viola demonstrou todo seu amor pelo Vasco. O atacante, que defendeu o cruzmaltino de 1999 a 2001 prometeu que não comemoraria caso marcasse gol em cima de seu ex-clube. O time do veterano jogador foi derrotado por 2:0 em São Januário, e, ao ser substituído aos 30min do 2º tempo, o atacante foi ovacionado pelo torcedores vascaínos e chorou. Os repórteres bem que tentaram conversar com Viola quando ele deixou o gramado, mas a emoção era tanta que ele não conseguiu se pronunciar, mostrando que o seu coração bate mais forte pelo Gigante da Colina.

 

Viola formou dupla de ataque com os 2 grandes ídolos vascaínos Edmundo e Romário. Marcou 32 gols e conquistou a Copa Mercosul e o Campeonato Brasileiro de 2000.

 

Em 2001, Viola volta ao Santos, mas não aos títulos, e deixa o time para jogar no Gaziantepspor, da Turquia, em busca de independência financeira. De volta ao Brasil em 2004, ele defende o Guarani, mas não consegue impedir o rebaixamento do time de Campinas no Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, Viola é contratado pelo Bahia como a estrela do clube na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B de 2005. Foi o jogador mais caro do elenco, ganhando cerca de R$ 70 mil mensalmente, e tentou justificar o investimento, marcando gols importantes. Porém seu esforço não foi suficiente para evitar o rebaixamento do clube ao Campeonato Brasileiro da Série C.

 

 

Em 2008, voltou ao RJ, agora para defender o Duque de Caxias no campeonato carioca. O jogador assinou um contrato de 4 meses e foi a principal contratação do clube, que voltou à 1ª divisão do campeonato carioca. No segundo semestre de 2008, acertou com o Angra dos Reis para disputar a 2ª Divisão do Campeonato Carioca.

 

Em dezembro de 2008, o Resende, time da 1ª divisão carioca, anunciou a contratação do atacante. Viola foi apresentado pela equipe em janeiro de 2009. Após a passagem pelo time carioca, Viola começou a excursionar pelo país atuando em partidas de Showbol. 

 

Em 2010, participou do reality show A Fazenda 3, da Record. Foi o 7º eliminado da atração. Após um tempo afastado, em março de 2015, iola decide voltar aos gramados, sendo contratado pelo Taboão da Serra.

 

Em 2013, estreou pelo Grêmio Osasco, mas pela fraca campanha do clube se encerra o contrato com o mesmo. Em abril, foi anunciado como novo reforço do Tanabi Esporte Clube, do interior de SP, para a disputa da Segunda Divisão Paulista. Em 2015, assinou por cinco meses com o Taboão da Serra, de SP, para disputar a segunda divisão do Campeonato Paulista.

12/2020

Mande-nos uma Mensagem