Selecione o Profissional
 

Marta (futebol)

Marta (futebol)

TEMAS:


Marta Vieira da Silva, mais conhecida como Marta, é Jogadora de Futebol. Atua como atacante. Atualmente, joga pelo Orlando Pride, dos EUA. Foi escolhida como melhor futebolista do mundo por 6 vezes, sendo 5 de forma consecutiva. Um recorde não apenas entre mulheres mas também entre homens. Marta foi considerada pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009. Desde 2015, é a maior artilheira da história da Seleção Brasileira (contando a Masculina e a Feminina), com 118 gols.

 

No duelo entre Itália e Brasil, pela fase de grupos da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, marcou seu 17º gol, consagrando-se como a maior artilheira da Copa do Mundo de Futebol Feminino e também a pessoa com o maior número de gols em Copas do Mundo (entre homens e mulheres). Além disso, Marta é a primeira (e até hoje única) pessoa a marcar em 5 edições diferentes do torneio (considerando homens e mulheres).

 

Marta começou a jogar futebol no juvenil do Centro Sportivo Alagoano (CSA), em 1999, e iniciou a carreira profissional no Vasco da Gama em 2000, aos 14 anos. Após 3 anos no time cruzmaltino, foi emprestada ao time mineiro Santa Cruz, onde jogaria por mais 2 temporadas, antes de ser negociada pelo time carioca, para defender o Umeå IK, da Suécia. Por este clube, tornou-se muito mais conhecida na Europa e foi se destacando cada vez mais, até ser considerada a melhor jogadora do mundo.


Em janeiro de 2009, durante a coletiva de imprensa que aconteceu a premiação dos melhores jogadores do mundo de 2008, anunciou a sua transferência para o Los Angeles Sol, dos EUA. No clube estadunidense, foi artilheira da liga nacional, levando a equipe ao vice-campeonato.


Em agosto de 2009, o Santos anunciou sua contratação, por empréstimo de 3 meses (até o final de 2009), mas sua apresentação só aconteceu após o término da Liga de futebol feminino dos EUA daquele ano. Após o período no Santos, onde disputou e venceu a Copa Libertadores Feminina e a Copa do Brasil, ela retornou ao Los Angeles Sol. Em setembro, foi apresentada no clube e sua estreia ocorreu em um jogo amistoso contra o Comercial-MS, em Campo Grande.


Após o encerramento das atividades do Los Angeles Sol, Marta ficou disponível para o draft (onde os demais clubes escolhem para contratação as jogadores deste clube, que encerrou suas atividades). O clube estreante na Liga, Atlanta Beat, após acordo com o St. Louis Athletica, trocou sua posição (recebendo por isso algumas jogadoras). Por sua vez, o St. Louis Athletica selecionou Shannon Boxx, meia da Seleção dos EUA. A seguir, o Philadelphia Independence selecionou a goleira Karina LeBlanc. A seguir, o FC Gold Pride escolheu Marta para reforçar sua equipe. Na temporada 2010, foi pela segunda vez consecutiva artilheira da liga, e, dessa vez, levando seu time ao título.


Em dezembro de 2010, o Santos apresentou novamente Marta. Foi um contrato de 2 meses que podia se transformar num vínculo de um ano, mas isso não aconteceu. Em janeiro de 2011, Marta foi anunciada como novo reforço do Western New York Flash para a temporada da Liga de futebol feminino dos EUA de 2011, estreando em fevereiro. 

 

Em fevereiro de 2012, Marta foi apresentada como nova jogadora do Tyresö FF, com contrato de 2 anos. “Minha carreira começou na Suécia e agora eu quero escrever um novo capítulo. Estou feliz e orgulhosa por estar de volta aqui. Eu tenho muito a agradecer à Suécia”, diz. O Tyreso foi campeão sueco em 2012 e vice-campeão europeu na temporada 2013-2014.


Após a falência do Tyresö em 2014, Marta foi contratada pelo FC Rosengård, por 6 meses, com possibilidade de prorrogação. "Recebi várias ofertas da Europa e dos EUA, mas ainda tenho fome de títulos, especialmente a Liga dos Campeões", disse a brasileira em entrevista. "Vejo um grande potencial no Rosengard, uma equipe forte, e vou fazer todo o possível para que se transforme na melhor da Europa", acrescentou. Com a equipe, ela foi bicampeã da Liga da Suécia de Futebol Feminino em 2014 e 2015, além de alcançar o vice-campeonato em 2016.


Em abril de 2017, Marta foi oficialmente anunciada como nova jogadora do Orlando Pride, dos EUA.

 

Seleção Brasileira

 

Marta conquistou, com a Seleção, a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2003 e 2007, liderando a artilharia da competição com 12 gols nestes últimos. Foi ainda medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008. Em setembro de 2007, durante a partida de semifinal na Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2007, realizada na China, contra os EUA, marcou o gol mais bonito da competição e, para alguns, o gol mais bonito marcado durante toda a existência deste torneio. Ajudou o Brasil a chegar pela primeira vez em sua história à final dessa competição, ficando em 2º lugar e Marta foi escolhida a melhor jogadora da Copa, recebendo o prêmio Bola de Ouro. Também foi a artilheira da competição, com 7 gols.

 

Em 2015, Marta se tornou a maior artilheira da história da Copa do Mundo de futebol feminino, com 15 gols, no mesmo ano em que se tornou a maior artilheira da seleção brasileira, completando 117 gols. Ela superou Pelé, que tem 95 gols marcados com a camisa da seleção. Na Copa do Mundo Feminina de 2019, na França, na fase de grupos, no jogo contra a Itália, Marta superou a marca de Miroslav Klose, se tornando a maior goleadora em copas do mundo de futebol feminino, com 17 gols, marca jamais alcançada por outra futebolista.


Marta é a maior artilheira de todas as Copas do Mundo Femininas. Dos 17 gols que marcou em Copas do Mundo, 16 foram com a perna esquerda. No total, são 10 gols com a bola rolando e 7 de pênalti. 

 

07/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras