Selecione o Profissional
 

Joanna Maranhão

Joanna Maranhão

TEMAS:


Joanna Maranhão é Nadadora Olímpica. Começou a nadar no Clube Português do Recife, aos 3 anos de idade. Seu primeiro grande resultado foi no Festival CBDA-Correios Norte-Nordeste, de 1998, onde ela, com 11 anos, venceu a prova de 400m livre com 5m08s44, e os 200m medley com 2m45s02.

 

Aos 12 anos, participou dos Jogos Pan-americanos de 1999 em Winnipeg. Esteve no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2003 em Barcelona, na Espanha, onde ficou em 24º lugar nos 200 metros medley e 29º lugar nos 200 metros peito. Aos 16 anos, participou dos Jogos Pan-americanos de 2003 em Santo Domingo, e foi medalha de bronze nos 400m medley, 4º lugar nos 200m medley e 8º lugar nos 200m peito.

 

Com 17 anos, foi finalista nas Olimpíadas de 2004 em Atenas, na Grécia, onde terminou em 5º lugar nos 400m medley, a melhor colocação obtida até hoje por uma nadadora brasileira. Também ficou em 7º nos 4x200m livre e 11º nos 200m medley. Depois de Atenas 2004, Joanna teve uma grande queda de rendimento, o qual foi recuperando lentamente ao longo dos anos. Foi campeã no Campeonato Sul-Americano de 2006 nos 200m medley e heptacampeã no Troféu José Finkel nos 200m medley e nos 400m medley (de 2002 a 2008).

 

Participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2005 em Montreal, no Canadá, onde ficou em 21º nos 400 metros medley, em décimo nos 200 metros medley e em 13º nos 4x200 metros livre.

 

Participou do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2006 em Shanghai, na China, e obteve a 12ª colocação nos 400m medley, 13ª nos 200m medley e 9º lugar nos 4x200m livre. Nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no RJ, ficou em 4º lugar nos 200m medley e nos 400m medley, e ganhou a medalha de bronze dos 4x200m livre por ter nadado a eliminatória da prova.

 

Participou dos Jogos Olímpicos de 2008 de Pequim em 3 provas: nos 200m medley marcou 2m14s97, recorde sul-americano; nos 400m medley obteve o 17º tempo geral, com 4m40s18; e em sua última participação, nos 200m borboleta, fez 2min10s64, ficando em 22º lugar no geral.

 

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2009 em Roma, na Itália, ficou em 22º nos 400m medley, em 12º nos 200m medley e em 20º nos 200m borboleta.

 

Nos Jogos Pan-Americanos de 2011 em Guadalajara, no México, obteve a medalha de prata nos 400 metros medley, ficando muito perto de derrotar a recordista mundial de piscina curta da prova, Julia Smit. Também obtém a medalha de prata no revezamento 4x200 metros livre e a medalha de bronze nos 200 metros medley, além de ficar em quarto lugar nos 200 metros borboleta e nos 400 metros livre.

 

Em abril de 2015, participando do Troféu Maria Lenk no Rio de Janeiro, Joanna quebrou o recorde sul-americano do revezamento 4x200 metros livre, com 8m03s22, junto com Larissa Oliveira, Manuella Lyrio e Gabrielle Roncatto. Em junho de 2017, Joanna bateu o recorde brasileiro nos 1500m nado livre, com o tempo de 16m26s63, durante o Campeonato Paulista.

 

Joanna é Presidente da ONG Infância Livre e possui uma lei com o seu nome, a "Lei Joanna Maranhão".

 

Temas das Palestras

 

Abuso Sexual / Prevenção e Ação / Lei Joanna Maranhão

 

Joanna explica que as empresas podem e devem ter em seus programas de saúde e bem-estar, ações para a prevenção do assédio. Todo movimento precisa ser enfrentado com base na educação e as maneiras de se prevenir o assédio também estão alinhadas a um trabalho contínuo pois nenhuma mudança de cultura acontece do dia para a noite. Joanna, é uma referência na atualidade quando se trata de superação pelo assédio, demonstra que é incansável na luta por esta causa. E, conta como tem ajudado, de maneira prática tanto na prevenção como as vítimas de assédio.

 

Carreira / Motivação / Superação / Depressão / Auto-Ajuda


Com o objetivo de trazer mais esclarecimentos e soluções para as empresas e seus gestores, os assuntos são abordados pela exnadadora e recordista brasileira e sul-americana , fundadora da ONG Infância Livre em Recife (PE) e Belo Horizonte (MG), onde atua na defesa de direitos sociais, com apoio às crianças de baixa renda que sofreram abuso sexual, além de ministrar palestras e aulas de natação para crianças e jovens sobre o assunto, sem qualquer ajuda de terceiros. 

 

Políticas Públicas / Equidade de Gênero / Empoderamento / Mulher no Esporte


Partindo do conceito pelo esporte democrático tanto no acesso quanto nas formas de participação e fruição, Joanna aborda todas as questões que existem com os gêneros no alto rendimento como as desigualdades de acesso, permanência entre homens e mulheres, premiações, uniformes, gestão, visibilidade da mídia, ocupação de espaços , equipamentos, entre outros.

 

11/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras