Selecione o Profissional
 

Maurício Shogun

Maurício Shogun

TEMAS:


Mauricio Milani Rua, o Shogun, é lutador de artes marciais mistas (MMA). Foi campeão no GP da categoria peso-médio do PRIDE 2005. Shogun é ex-campeão mundial dos pesos meio-pesados (até 93 kg) do UFC. Durante sua carreira, Shogun acumulou notáveis vitórias contra muitos nomes consagrados do MMA mundial, como Evangelista "Cyborg" dos Santos, Quinton Jackson, Antônio Rogério Nogueira, o Minotouro, Alistair Overeem, Ricardo Arona, Mark Coleman, Kevin Randleman, Chuck Liddell, Lyoto Machida, Forrest Griffin, entre outros.

 

Conseguindo um cartel de Muay Thai de 10-0, também foi bem sucedido no jiu-jítsu em campeonatos nas faixas azul e roxa. Começou a treinar artes marciais seguindo os passos de seu irmão mais velho, Murilo Ninja. É prajiad preto de Muay Thai e faixa preta de jiu-jítsu, tendo recebido esta última das mãos do renomado lutador brasileiro nesta modalidade Nino Schembri.

 

Estreou no MMA aos 20 anos de idade, em 2002, na 7ª edição do evento nacional de nome Meca World Vale-Tudo. Logo de início, conseguiu duas vitórias no primeiro round, tendo uma grande atuação em sua primeira luta ao vencer Rafael Capoeira com um chute alto.

 

Em sua última luta pelo Meca, venceu o futuro integrante da equipe Chute Box Evangelista, "Cyborg" dos Santos. A luta começou movimentada, com os 2 atletas trocando duros golpes. Depois de levar desvantagem na troca de golpes em pé, conseguiu derrubar e finalizou a luta no ground and pound.

 

Posteriormente, foi lutar nos EUA no IFC – International Fighting Championships, no torneio Global Domination, onde precisaria vencer 2 lutas no mesmo dia para ser campeão.

 

O desempenho do novato de 22 anos, conseguiu impressionar e ele assinou contrato com o maior evento de MMA do mundo na época, o japonês PRIDE Fighting Championships.

 

Na grande final, em agosto de 2005, Shogun enfrentou mais um integrante da Brazilian Top Team, o praticante de Jiu-Jitsu Ricardo Arona, que havia derrotado o companheiro de treinos de Shogun Wanderlei Silva naquele mesmo dia. Aos 2'54" do 1º round, derrotou Ricardo Arona por nocaute, se tornando o grande campeão meio-pesado do Pride GP 2005 para a alegria de todo o corner da Chute Boxe, que invadiu o ringue para comemorar com o seu atleta.

 

A luta aconteceu no UFC 113, em 2010. Durante a preparação para a luta, teve que operar de uma apendicite, o que obrigou o curitibano a perder um mês de treino. Ao começar a luta, teve uma das melhores atuações de sua carreira, e mostrou logo de cara uma atitude completamente diferente da primeira luta, conseguindo um nocaute em cima de Lyoto "The Dragon" Machida aos 3'35" do 1º round, encerrando de vez toda polêmica da primeira luta, e conquistando o cinturão da categoria meio-pesado do UFC. Se juntou a Mark Coleman, que ganharam um Cinturão oficial nos 2 maiores eventos de MMA da história, com o Cinturão de Grand Prix do extinto Pride, e o Cinturão do UFC.

 

Temas das Palestras


* Competitividade;

* Esporte;

* Liderança;

* Resultados;
* Trabalho em Equipe / Disciplina.

 

06/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras