Selecione o Profissional
 

Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo

TEMAS:


Padre Fábio de Melo é Sacerdote Católico, Artista, Escritor, Professor Universitário e Apresentador. Pertenceu à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. É Mestre em Antropologia Teológica. Atua na Diocese de Taubaté/SP. Como cantor, gravou 8 discos pela gravadora católica Paulinas-COMEP, um pela gravadora Canção Nova e um projeto independente (Tom de Minas).

 

Seu primeiro disco por uma gravadora secular, Vida, foi lançado pela LGK Music e pela Som Livre, com quem continua gravando, já tendo lançado mais 2 discos (Iluminar e Eu e o Tempo). Ao todo, Fábio já vendeu mais de 3 milhões de cópias de CDs (1,8 milhão apenas na Som Livre), além de 3,5 milhões de livros. Como professor universitário, lecionou teologia na Faculdade Dehoniana de Taubaté. Atualmente, apresenta o programa Direção Espiritual, transmitido pela TV Canção Nova.

 

Nasceu em Formiga/MG. Tornou-se nacionalmente conhecido por seu trabalho como comunicador. Ele é o caçula entre 8 filhos.


Após 18 anos de formação e estudos em seminários, com fase final sendo frater no seminario São Judas Tadeu de Terra Boa/PR, em Dezembro de 2001, em sua cidade natal, na Igreja Matriz de São Vicente Ferrer, foi ordenado sacerdote pela oração consecratória da Igreja e imposição das mãos do Arcebispo Metropolitano de Palmas/TO, Dom Alberto Taveira Corrêa.

 

O padre Maurício Leão teve grande influência na sua vida de seminarista, levando-o para o seminário de Lavras. Em sua vida sacerdotal, tem como referência os padres Zezinho, Joãozinho e Léo Tarcísio. Confessou a influência também do Reverendo Caio Fábio.

 

Fábio formou-se em Teologia na Faculdade Dehoniana de Taubaté, com diploma emitido pela PUC/RJ, e em Filosofia na Fundação Educacional de Brusque/SC. Pós-Graduado em Educação no Rio de Janeiro e Mestre em Belo Horizonte, junto aos jesuítas, no Instituto Santo Inácio (FAJE: Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia). Em seguida, retornou a Taubaté para lecionar na área de Teologia Fundamental e Sistemática, na mesma faculdade em que havia se formado.

 

Tendo como referencial o Padre Zezinho, precursor dos padres cantores desde a década de 1960, Padre Fábio de Melo lançou seu primeiro CD, "De Deus um cantador", em 1997. Em seguida, "Saudades do Céu", com a participação de diversos artistas católicos, reunindo os cantores de sua congregação, como Padre Zezinho e Padre Joãozinho, incluídos no CD "Canta coração", um tributo ao Sagrado Coração de Jesus.

 

Ao receber a ordenação diaconal, compôs "As estações da vida", que viria a ser a música de abertura de suas apresentações ao vivo, especialmente depois do lançamento do DVD Eu e o Tempo. Já ordenado padre, em 2003, trouxe ao mercado o seu mais novo trabalho, "Marcas do Eterno".

 

Em 2004, enveredou por um projeto independente, o disco "Tom de Minas", de conteúdo autoral, que homenageia nomes e lugares de seu estado natal: Minas Gerais, contando com a participação do cantor e compositor popular Paulinho Pedra Azul, do qual resultou um show na capital, Belo Horizonte, com o nome "Minas e Outros Tons". O retorno aos temas ligados a sua formação, fazem parte do CD Humano Demais em 2005, que contém canções de sua autoria e de outros compositores da música católica.

 

Em 2006, celebrando seus 10 anos de atuação na música católica, decide-se por um trabalho que inclui além de algumas de suas composições, diversas conhecidas canções "sertanjeas", numa homenagem a suas origens e a seu pai, que também cantava e tocava viola caipira.

 

O CD "Filho do Céu", de 2007, primeiro fora das Paulinas e agora pela Canção Nova, fala de vivências pessoais e daqueles que se foram, como o Padre Léo Tarcísio, seu formador, durante o seminário e grande amigo e do cantor e compositor Robson Jr., dos Cantores de Deus e seu melhor amigo, ambos mortos na mesma época, vítimas de câncer. Lançado no mesmo ano, o CD "Enredos do Meu Povo Simples" retoma a ideia já experimentada em "Zé Da Silva", com canções sertanejas, apresentando as que ficaram fora do outro projeto.

 

Em 2008 o padre Fábio de Melo lançou seu primeiro CD pela gravadora Som Livre: "Vida", trabalho que o tornou conhecido nacionalmente, através das diversas participações em programas na TV aberta. Dando continuidade ao seu trabalho de evangelização através dos meios de comunicação social, lançou em 2009 o CD "Iluminar" e pouco tempo depois "Eu e o Tempo". Em 2014, gravou "Amar como Jesus Amou", num dueto com a cantora Fernanda Takai, no disco Na Medida do Impossível.

 

06/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras