"Um MIX de soluções para seu evento"     comercial@mixpalestras.com.br
contatos: (11) 3522-6622 / (11) 98079-3030 / (13) 98828-8929


Luiz Felipe Pondé

São Paulo/SP


Luiz Felipe Pondé

Doutor em Filosofia pela Universidade de Paris e pela FFLCH da USP, Pós-Doutor pela Universidade de Tel Aviv, Escritor, Diretor do Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da PUC/SP, Professor da FAAP, Comentarista do Jornal da Cultura e Colunista da Folha de S. Paulo.


Vídeos



Luiz Felipe Pondé é Doutor em Filosofia pela Universidade de Paris e pela FFLCH da USP, Pós-Doutor pela Universidade de Tel Aviv, Escritor, Diretor do Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da PUC/SP, Professor da FAAP, Comentarista do Jornal da Cultura e Colunista da Folha de S. Paulo.

 

Atualmente, é vice-diretor e coordenador de curso na Faculdade de Comunicação e Marketing da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). É também professor de Ciências da Religião na PUC/SP e de Filosofia na FAAP. 

 

Pondé possui um tempo razoável na carreira filosófica e acadêmica e um considerável número de obras escritas: "O homem insuficiente: Comentários de Psicologia Pascaliana" (2001), "Conhecimento na desgraça: Ensaio da Epistemologia Pascaliana "(2004), "Crítica e profecia: filosofia da religião em Dostoiévski" (2003), "Do pensamento no deserto: Ensaio de Filosofia, Telogia e Literatura" (2009), "Contra um mundo melhor: Ensaios do Afeto" (2010), "O Catolicismo Hoje" (2011), "A filosofia da adúltera: Ensaios Selvagens" (2013), "A era do ressentimento: uma agenda para o contemporâneo" (2014), "Os Dez Mandamentos (+ Um)" (2015), "Filosofia para Corajosos" (2016), "Marketing existencial" (2017), "Amor para Corajosos" (2017), "Espiritualidade para Corajosos" (2018), e é co-autor do livro "Por que virei à direita: Três intelectuais explicam sua opção pelo conservadorismo" (2012).

  

A ideia e a filosofia de Pondé baseiam-se num certo pessimismo, na valorização das tradições religiosas ocidentais e no combate ao pensamento politicamente correto nos meios universitários. É uma das grandes revelações do pensamento conservador nos últimos 10 anos no Brasil.

 

Temas das Palestras

 

* A Era da ansiedade:

Vivemos numa era da ansiedade e do medo. A saturação de informação , o aumento de demandas e metas na vida privada e profissional , as transformações políticas e as mudanças dramáticas nas tecnologias produzem uma desorientação nos modos de vida e nas instituições. A ansiedade dispara quando a sensação de descontrole e incerteza cresce. A ansiedade é um sinal de perda de controle e o medo é o afeto que paralisa nossa resposta a esse ambiente saturado de ansiedade . A emergência da pandemia concretiza a incerteza num grau jamais visto nas últimas décadas . A resposta ética passa pelo cultivo das virtudes como honestidade - a mentira trabalha a favor do vírus - coragem e generosidade. Faz-se necessário políticos cujo objetivo seja a gestão decente do país levando em conta cálculos utilitários que promovam a maior redução possível do sofrimento. Esses cálculos serão necessários mesmo na aplicação de medidas de contenção assim como também na superação gradual delas.

* Amor líquido;
* Democracia sem utopia;
* Ética sua tensões no mundo contemporâneo;
* Ética e política;
* Impacto das mídias sociais;
* Geração milênio e seus medos;
* Longevidade para além do marketing;
* A prática dos valores;
* Educação e seus limites;
* Mundo líquido;
* Espiritualidade e mundo contemporâneo;
* O mundo virtual e suas consequências na vida real hoje e no futuro;
* Ética no mundo do trabalho;
* A doença da saúde total no futuro;
* A era da ansiedade;
* Protagonismo da mulher;
* Sexualidade contemporânea;
* Tecnologia e ética.

 

07/2020

Mande-nos uma Mensagem