Selecione o Profissional
 

Ricardo Augusto Felício

Ricardo Augusto Felício

TEMAS:


Ricardo Augusto Felício é Professor de Geografia e Climatologista. Professor e Pesquisador no Departamento de Geografia da USP e reconhecido como negacionista do aquecimento global. Tornou-se notório por conta de suas declarações controversas nas quais contesta a teoria do aquecimento global e as inferências subjacentes, sendo listado entre os pesquisadores céticos em torno dessa temática.

 

Graduado em Ciências Atmosféricas na área de Meteorologia pela USP, Mestre em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Doutor em Geografia, na área de Geografia Física, pela USP. Felício tem participado regularmente de simpósios, palestras e exposições em geral pelo país, além de regularmente dar entrevistas na mídia, em que apresenta os seus posicionamentos em torno das mudanças climáticas. Nesse sentido, tem promovido discussões voltadas ao questionamento crítico da ciência das mudanças climáticas. Mantém com colegas céticos 2 websites: o FakeClimate e o Mudanças Climáticas, em que procuram apresentar os seus pontos de vista sobre o tema.

 

Em seu trabalho na área de climatologia, bem como em suas declarações na mídia, tem buscado contestar a existência do aquecimento global e as inferências subjacentes. Segundo ele, historicamente no planeta houve períodos cíclicos quentes e frios, e que hoje se vive em um período inter-glacial quente. Porém, ameno, pois, segundo alega, houve períodos em que a temperatura global chegou a 10° acima da média atual e não chegou a representar ameaça a humanidade. Ainda nesse raciocínio, afirma que no último século os anos mais quentes transcorreram nas décadas de 1930 e 1940, e no fim do século XX a temperatura ficou abaixo desses auges. Por fim, considera que hoje a Terra está a entrar em uma fase do ciclo climático em que as temperaturas médias serão mais baixas.

 

Felício ganhou notoriedade e despertou polêmica em torno do tema das mudanças climáticas a partir de uma entrevista em que concedeu ao Programa do Jô em 2012, na ocasião da realização da conferência Rio+20. Na entrevista, teceu críticas fortes à ciência do aquecimento global, afirmando que “o efeito estufa é a maior falácia científica que existe na história”, e atribuiu sua origem à pseudociência e a uma suposta conspiração entre técnicos militares que estavam subempregados com o fim da Guerra Fria. Contudo, não tem sido o único no Brasil a fazê-lo de forma pública, a exemplo dos também professores e pesquisadores José Bueno Conti, José Carlos Parente de Oliveira, Luiz Carlos Molion, entre outros.

 

Temas das Palestras

 

* Climatologia;

* Geografia.

 

07/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • (11) 3522-6622
  • (13) 3022-1177
  • (11) 98079-3030
  • e-mail:
    comercial@mixpalestras.com.br
  • skype:
    mix.palestras
  • twitter:
    @mixpalestras